Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Casamarela

Blog experimental, dedicado a uma ala do Palácio Amarelo de Portalegre. Verdadeira «Casa de Bonecas», onde, seguindo a tradição, há sinais e emblemas de nobreza. Assim: Casa Amarela, Cas'Amarela, ou Casamarela

Casamarela

Blog experimental, dedicado a uma ala do Palácio Amarelo de Portalegre. Verdadeira «Casa de Bonecas», onde, seguindo a tradição, há sinais e emblemas de nobreza. Assim: Casa Amarela, Cas'Amarela, ou Casamarela

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

A desanexação (mútua) efectuada no Palácio Amarelo de Portalegre

Faz hoje 105 anos que o documento seguinte foi produzido

Para o lerem sugere-se a sua ampliação (no tamanho 1962X2197), podendo então confirmar a constituição, ou uma divisão, em duas parcelas independentes - ainda actuais; e ainda a respectiva «designação numérica» que então passaram a ter.  

Mas essa desanexação (mútua), ocorrida oficialmente em Setembro de 1909 pode corresponder à formalização de uma situação já existente de facto? Escrevemo-lo e perguntamos, por não termos certezas...

É apenas por semelhança, uma ilação retirada de outros exemplos: um desses é o Palácio de Monserrate (entre outras situações que estudámos), que fazem admitir que pudesse existir uma «instalação anterior», à qual a escritura acima veio dar existência oficial/legal.      

E assim, deste modo metódico e científico (já que não conhecemos outros métodos), aqui vamos continuar a escrever sobre o todo (e a parte que foi desanexada), que o Palácio Amarelo de Portalegre constitui.

Avisando desde já que não sabemos, com todo o rigor*, se há bibliografia específica (existente) sobre o assunto que estamos a começar a investigar. Como, pode-se dizer - mas nesse outro caso havia muito trabalho feito e não apenas por autores portugueses (embora não tão correcto/completo como aquilo que nós próprios acabámos por conseguir fazer) sobre o Palácio de Monserrate**.

A coincidência da palavra «palácio» não quer significar, forçosamente, que tenhamos uma paixão especial por Palácios. Preferimos até a designação menos pretensiosa - que é Casa Amarela. Mas como hoje se pode constatar (com bastante realismo), nos assuntos em que temos «mexido», ao passar por eles alguma coisa (ou até bastante?), veio a mudar. Depois, ou finalmente, pode-se dizer que havendo paixão é pela esseência dos valores patrimoniais, e sua imensa qualidade, que vêm a ser desvalorizados... 

É o que se pretende fazer agora para o Palácio Amarelo: apesar de estar num interior que muitos consideram longínquo e esquecido do Portugal Litoral. Mas o seu valor é muito considerável, e isso - em nossa opinião - deve ser explicado e ensinado.

Deve ser equiparado - pelos dados e informações que à partida já temos, por analogias e semelhanças que é impossível não estabelecer - ao que de melhor se fez na capital, ou, pela mesma época, por exemplo em Sintra.

Assim, mais do que certo, em vários outros casos que havemos de procurar e encontrar; para depois comparar e poder evidenciar...

Porque, é assim que se produz conhecimento; porque,  eles não sabem mas é assim - ouvimo-lo vezes sem conta na Faculdade de Letras a Vítor Serrão! - que se produz "Fortuna Crítica"***.

E os novos tempos que todos vivemos já nos vão permitir fazer isso!

*Talvez a melhor colecção de informações seja a de:

http://www.monumentos.pt/Site/APP_PagesUser/SIPA.aspx?id=3211, e

http://www.cm-portalegre.pt/page.php?page=627

**Claro que defendemos as nossas ideias (que receberam aprovação em provas públicas).

***Expressão que muitos desconhecem, que pode ser usada como título de uma disciplina (de doutoramento):

http://ww3.fl.ul.pt/unidades/institutos/iha/Cursos/3ano/images/3Ciclo2semHA2010.pdf

http://www.proz.com/kudoz/portuguese_to_english/history/2875552-fortuna_cr%C3%ADtica.html

http://forum.wordreference.com/search.php?searchid=7018901

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.