Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Casamarela

Blog experimental, dedicado a uma ala do Palácio Amarelo de Portalegre. Verdadeira «Casa de Bonecas», onde, seguindo a tradição, há sinais e emblemas de nobreza. Assim: Casa Amarela, Cas'Amarela, ou Casamarela

Casamarela

Blog experimental, dedicado a uma ala do Palácio Amarelo de Portalegre. Verdadeira «Casa de Bonecas», onde, seguindo a tradição, há sinais e emblemas de nobreza. Assim: Casa Amarela, Cas'Amarela, ou Casamarela

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O Portal do Palácio Amarelo de Portalegre

O Portal monumental (porta principal) do Palácio Amarelo, e alguns detalhes, estão nas fotografias de hoje.

Quanto às motivações para os Programas Estéticos deste portal - mas também de todos os Portais que constam e se elencam na História da Arquitectura Europeia - podem ler o que está em: http://iconoteologia.blogs.sapo.pt/vaos-e-vergas-ainda-as-notas-de-um-69479

(para a tradução em português ler o texto sublinhado a amarelo) 

Parecerá demasiado erudito - tratam-se de materiais investigados e obtidos em estudos de doutoramento... - mas bastam alguns segundos ou um minuto de atenção, para permitirem compreender aquilo que se lê.

Mais: sabendo um pouco da obra que é atribuída ao chamado Pseudo-Dionísio, o Areopagita (o que se encontra facilmente em vários/muitos sites da Internet) compreenderão como é antiquíssima a tradição de trabalhar, decorativamente, os Portais: i. e., as portas de acesso ou os limiares de espaços privados, os quais são, é forçoso, diferentes dos espaços públicos aos quais se interligam. Acontece que sempre se quis marcar esse contraste.

Sendo por isso os portais diferentes, e as suas portas mais decoradas, uma forma de marcação, enfática ou conveniente das transições que as portas, ou passagens, constituem: no sentido original da palavra decorativo, como explicado por Justino Maciel em notas ao Tratado de Arquitectura de Vitrúvio.

Dada a sua beleza são muitos os que têm escrito sobre o Palácio Amarelo de Portalegre*, mas desconhecem (talvez?) que desde 1909 uma pequena alteração na organização interior permitiu dividir o Palácio em duas casas a que correspondem as portas nº 15 e nº 13.

No Portal da fotografia, o vão de vidros irregulares (antigos, a reflectir a folhagem do plátano) e a varanda que o completa, correspondem ao nº 13 do Largo Cristóvão Falcão.

*http://entretejodiana.blogs.sapo.pt/85255.html

http://velhariasdoluis.blogspot.pt/2012/09/palacio-amarelo-de-portalegre-um-detalhe.html

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.