Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Casamarela

Blog experimental, dedicado a uma ala do Palácio Amarelo de Portalegre. Verdadeira «Casa de Bonecas», onde, seguindo a tradição, há sinais e emblemas de nobreza. Assim: Casa Amarela, Cas'Amarela, ou Casamarela

Casamarela

Blog experimental, dedicado a uma ala do Palácio Amarelo de Portalegre. Verdadeira «Casa de Bonecas», onde, seguindo a tradição, há sinais e emblemas de nobreza. Assim: Casa Amarela, Cas'Amarela, ou Casamarela

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Palácio Amarelo de Portalegre: Espaços que têm estado fechados

A Exposição do CarpeDiem e a abertura do Palácio Amarelo têm proporcionado a visão de espaços que habitualmente têm estado fechados. Invisíveis para a maioria das pessoas da cidade.

Talvez por isso há tão pouca informação - e investigação - relativa às obras de (História da) Arte encerradas neste espaço sempre referido como palatino. Ou dito de uma outra maneira que é muito querida do Instituto de História da Arte da Faculdade de Letras (UL): a fortuna crítica e o conhecimento dos programas estéticos subjacentes às obras de Arte e aos principais motivos de interesse que integram este valor de grande importância cultural e patrimonial.

Pela nossa parte há muito que já notámos uma influência inglesa, clara neste monumento: que a Direcção de Cultura do Alentejo teria - segundo nos parece - o máximo interesse em estudar e ver valorizado (?).

Para já algumas imagens que a abertura do espaço permitiu recolher:

DSCN7915.jpg

DSCN7922.jpg

Imagem que nos faz perguntar:

Serão em cerâmica (vermelha, cozida) e não em gesso e estuque os motivos embebidos na superfície das paredes?

DSCN7931.jpg

 E neste outro caso, uma outra pergunta:

Que figura era/foi esta? Seria especialmente valiosa a face de um anjinho/criança? A faixa que lhe passa atrás do ombro e braço do lado direito, pretende criar uma situação de ambiguidade para que se pense que era um anjo? Tinha ao colo um cão «franjudo», ou um cordeiro?

Se a actual cor azul nos deixa muitíssimo surpreendidos (até emocionados) por tão grande originalidade - ou por ser uma interpretação (alentejana?) do tom pastel que normalmente tem a loiça criada por Josiah Wedgwood..., por outro lado, inevitavelmente surgem várias dúvidas.  

É que visto com alguma atenção - onde é possível notar a sobreposição de camadas de cores diferentes - por essas zonas confirma-se que o tom azul característico das loiças de Wedgwood terá estado presente no início, devendo ter sido removido, i. e., coberto, mais tarde.  

Assim pergunta-se: quem terá feito/ordenado a última pintura, que veio alterar a imagem e o ambiente (talvez sublime?) que em tempos esta imensa escadaria terá tido?

DSCN7913.jpg

Assim ficam as perguntas, para quem estiver interessado no tema, sobre as paredes azuis da grande "escadaria de zimbório"  - como consta num registo de venda -, do Palácio Amarelo de Portalegre.

Neste tempo que vivemos estamos a funcionar ao contrário..., mas da maneira que nos parece mais correcta e útil:

Exposição do CarpeDiem Arte e Pesquisa no Palácio Amarelo em Portalegre.

Como anunciado está aberto até 30 de Julho aos Sábados.

Expo-PalácioAmarelo-Portalegre-português.jpgPela nossa parte esta exposição veio dar ao edifício uma utilização que retoma, de outra maneira, as funções culturais que teve em tempos.

Quando depois das bibliotecas itinerantes da Gulbenkian, nele se fixou o que veio a ser a génese da actual biblioteca municipal. Agora magnificamente instalada no Convento de Santa Clara, edifício que está classificado MN desde 1922 e  1935 conforme se pode ler em http://digitarq.adptg.arquivos.pt/details?id=1001109.

Já a nossa casa, como explicado aqui, é IIP desde 1971, embora uma boa parte do espaço exterior seja MN, pela presença das muralhas do Castelo*.

Da Exposição que abriu no passado dia 2 de Julho já obtivemos alguns comentários que constituem um feedback agradável e positivo, de quem gostou de conhecer e ser mais informado sobre o património da sua cidade. Também de outros, pelas conversas e reflexões já faladas e discutidas em torno de algumas das obras expostas (de que iremos apresentar imagens da exposição em posts futuros)

 ~~~~~~~~~~~~

*Informações que quando houver possibilidade tencionamos ampliar Ficando esta desde já

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.