Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Casamarela

Blog experimental, dedicado a uma ala do Palácio Amarelo de Portalegre. Verdadeira «Casa de Bonecas», onde, seguindo a tradição, há sinais e emblemas de nobreza. Assim: Casa Amarela, Cas'Amarela, ou Casamarela

Casamarela

Blog experimental, dedicado a uma ala do Palácio Amarelo de Portalegre. Verdadeira «Casa de Bonecas», onde, seguindo a tradição, há sinais e emblemas de nobreza. Assim: Casa Amarela, Cas'Amarela, ou Casamarela

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

À vol d'oiseau. Este fim-de-semana, grande desconfinanço: Grand Tour, que - de Portalegre a Sintra - no fim, nos fez chegar a Londres

Desta vez não foi Lisboa-Cascais-Sintra..., mas sim a uma outra cidade - que em nossa opinião - tem algo a ver com Sintra. Semelhanças, e analogias que se podem estabelecer..

Porque Sintra, não esqueçamos, é - tal como Portalegre -, um aglomerado populacional erguido numa Serra.

Hoje Sintra é uma Vila, enquanto Portalegre é Cidade. Mas, de igual modo, uma cidade na Serra.

Portalegre tinha passado a Diocese em 1549, por decisão de D. João III, que no ano seguinte, por Carta Régia a elevou a Cidade.

Muitos séculos mais tarde, Sintra*, pelas suas características foi reconhecida pela Unesco como primeira Paisagem Cultural.

Uma classificação que valorizou a simbiose entre a base, ou o que é o território natural, e depois as construções humanas que ao longo do tempo se foram colocando sobre essa mesma base. É a natureza que se torna paisagem**. Cultural - porque as obras humanas, materiais e físicas, seguem sempre valores que são patrimónios intangíveis***. 

E as analogias (entre Sintra e Portalegre) acabam aqui, já que outras nos ocorrem.

É que entre o natural e o que é construído por cima há sempre mais: por exemplo, há apropriações inesperadas, como aconteceu nos casos das fotografias seguintes.

Nas primeiras é óbvio, visível e notório: sem pedirem licença a ninguém as cegonhas chegaram e instalaram-se. Querem lá saber se é rural ou urbano, monumento nacional, ou «ruína anódina» de Portalegre...?

DSCN2343sé-cegonha-B.jpg

DSCN2603-CMP-CEGONHAS-A.jpg

DSCN2603-CMP-CEGONHAS-B.jpg

Mas se em Portalegre a Wildlife pouco ou nada importa aos portalegrenses, e ninguém quer saber se as cegonhas chegam ou partem (excepto nós, que ficámos fascinados a fotografá-las...). Já em Londres, frente à Tate, há anos assisti a um enorme reboliço.

Mais importante do que as exposições lá dentro, era cá fora um passaroco que se tinha instalado num peitoril de janela, onde foi fazer o ninho. Com isso levou a que a comunicação social, apaixonados por pássaros e pela vida selvagem, se instalassem em frente. Para que nada se perdesse da vida daqueles seres, tão frágeis: nem um só bater de asas, ou qualquer movimento no ninho...

TATE-2007.jpg

P1010198.JPG

TATE-2007-b.jpg

No fim, moral da história, uma roulotte para lembrar o lado natural da vida: 

Aren't birds brilliant!

Wildlife for all

~~~~~~~~~~~~

* "Foi a 9 de Janeiro de 1154, DAfonso Henriques outorgou a Carta de Foral a Sintra, ...

** "Landscape", algo que também é ou existe em Portalegre, embora bastante menos visível e portanto mais longe de ser valorizado. Note-se que em inglês à palavra "landscape" alguns opõem a palavra "townscape" (e"townscape" pode-se traduzir como paisagem urbana).

*** Como é o caso das religiões.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.